Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog Rouach
 


 

                                    R I C A R D O  M E L O

                                              CICLO DE PALESTRAS

=========================================

 

Dia 01/02 (Quarta Feira)

Local : U.S.E As Samaritanas

Tema : Livre

Horário : 19:30 Horas.

 

Dia 02/02 (Quinta Feira)

Local : Grupo Espírita Paz

Tema : Adversários Cruéis

Horário : 19:30 Horas

 

Dia 03/04 (Sexta Feira)

Local : C.E. Amor ao Próximo / Ouro Branco

Tema : Transição Planetária

Horário : 19:30Horas

 

Dia 04/02 (Sábado)

Local : Rua Joaquim Dornelas Nº 15 / Pedra do Sino

Tema : Família

Horário : 15:00 Horas

 

Dia 04/02 (Sábado)

Local : Centro Espírita Araquém / Antonio Carlos

Tema : Evolução Espiritual : Nosso Compromisso

Horário : 19:30 Horas

 

Dia 05/02 (Domingo)

Local : Grupo Espírita Paz

Tema : Alegria e Espiritismo

Encontro de Jovens de Lafaiete e região.

Horário: 10:00 às 15:00 Horas / Com Intervalo

Obs : Necessário Fazer Inscrição.

 

Dia 05/02 (Domingo)

Local : Centro Espírita Luz / Capela Nova

Tema : Livre

Horário : 18:00 Horas

 

 



Escrito por Rouach às 23h04
[] [envie esta mensagem
] []





Amigos,

Sobre em quem não votar nas próximas eleições, recebi de um amigo um alerta importante que repasso para vocês:

Muito útil esta lista. Mas faltam nomes relevantes, entre os quais:
José Serra - escândalo da Pasta Rosa;
FHC - escândalos das privatizações, apoio ilegal ao Banco Opportunity, etc. etc. etc.!!!
Abraço,
Marcos
Não nos esqueçamos.
Brasileiro não tem memória fraca.


Escrito por Rouach às 20h43
[] [envie esta mensagem
] []





NÃO SEJAMOS OMISSOS

Livro dos Espíritos - questão 932.

Por que, no mundo, tão amiúde, a influência dos maus sobrepuja a dos bons?

“Por fraqueza destes. Os maus são intrigantes e audaciosos, os bons são tímidos.

Quando estes o quiserem, preponderarão.”

Já não é sem tempo que precisamos  mudar de comportamento social. A extreiteza de nossos olhares e a exclusividade de nossas ações separativistas tem sido a causa de tantos horrores morais como os que temos visto no Brasil

Aquilo a que chamo de "sindrome da omissão dos bons" é um mal que precisamos extirpar de nosso organismo social. Porque nos faz sermos omissos diante da dor do outro, do prejuizo do outro, da infelicidade do outro e esquecemos que também nós somos um sistema de vida que se interage e é interdependente. A alegria, o bem estar a felicidade do outro são necessários à manutenção da nossa alegria. Não Há felicidade real enquanto  existir uma só criatura infeliz. A dor do outro é também nossa dor.

Pensemos nisso!

Enio Teixeira



Escrito por Rouach às 14h54
[] [envie esta mensagem
] []





EM QUEM NÃO VOTAR - PARTE VII

VADÃO GOMES          

Deputado

PP-SP

Improbidade Administrativa e Crime  Contra a Ordem Tributária

 VALDIR RAUPP         

Senador

PMDB-RO

Peculato, Uso de Documento Falso, Crime  Contra o Sistema Financeiro, Crime  Eleitoral e Gestão Fraudulenta de  Instituição Financeira

 VALMIR AMARAL        

Senador

PTB-DF

Apropriação Indébita

 VANDERLEI ASSIS      

Deputado

PP-SP

Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo  das Ambulâncias)

 VIEIRA REIS          

Deputado

PRB-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 VITTORIO MEDIOLI     

Deputado

PV-MG

Sonegação Fiscal

 WANDERVAL SANTOS     

Deputada

PL-SP

Corrupção Passiva

 WELLINGTON FAGUNDES  

Deputada

PL-MT

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ZÉ GERARDO           

Deputado

PMDB-CE

Crime de Responsabilidade

 ZELINDA NOVAES       

Deputada

PFL-BA

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 Ângela Guadagnin     

Deputada

PT-SP

Dançarina do Plenário da Câmara,  comemorando absolvição de corrupto

 Antônio Palocci      

Ex-Ministro

PT-SP

Quebra de Sigilo Bancário

 Carlos Rodrigues     

Ex-Deputado

PL-RJ

Bispo Rodrigues

 Delúbio Soares       

Tesoureiro

PT-GO

Ex Tesoureiro do PT

 José Dirceu          

Ex-Deputado

PT-SP

Coordenador do Mensalão

 José Genoíno         

Ex-Deputado

PT-SP

Mensalão, Dólares na Cueca

 José Nobre Guimarães 

DeputadoEst.

PT-CE

Dólares na Cueca (Agora Candidato a Dep.  Federal)

 Josias Gomes         

Deputado

PT-BA

Mensalão, CPI dos Correios

 Luiz Gushiken        

Ex-Ministro

PT-SP

CPI dos Correios

 Paulo Salim Maluf    

Ex

PPB-SP

Corrupção, Falcatruas, Improbidade  Administrativa, Desvio de Dinheiro  Público, Lavagem de dinheiro

 Paulo Pimenta        

Deputado

PT-RS

Compra de Votos, Mensalão, CPI Correios

 Pedro Corrêa         

Ex-Deputado

PP-PE

Cassado em associação ao Escândalo do  Mensalão, Compra de Votos

 Roberto Brant        

Deputado

PFL-MG

Crime Eleitoral, Mensalão, CPI Correios

 Roberto Jefferson    

Ex-Deputado

PTB-RJ

Mensalão

 Severino Cavalcanti  

Ex-Deputado

PP-PE

Escândalo do Mensalinho (Renuncio para  evitar a cassação)

 Silvio Pereira       

SecretárioPT

PT

Mensalão

 Valdemar Costa Neto  

Exc-Deputado

PL-SP

Mensalão (renunciou para evitar a  cassação)



Escrito por Rouach às 14h42
[] [envie esta mensagem
] []





EM QUEM NÃO VOTAR - PARTE VI

 PAULO MAGALHÃES      

Deputado

PFL-BA

Lesão Corporal

 PEDRO HENRY          

Deputado

PP-MT

Formação de Quadrilha, Lavagem de  Dinheiro e Corrupção Passiva,  Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 PROFESSOR IRAPUAN    

Deputado

PP-SP

Crime Eleitoral

 PROFESSOR LUIZINHO   

Deputado

PT-SP

Lavagem de Dinheiro

 RAIMUNDO SANTOS      

Deputado

PL-PA

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 REGINALDO GERMANO    

Deputado

PP-BA

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 REINALDO BETÃO       

Deputado

PL-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 REINALDO GRIPP       

Deputado

PL-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 REMI TRINTA          

Deputado

PL-MA

Estelionato e Crime Ambiental

 RIBAMAR ALVES        

Deputado

PSB-MA

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 RICARDO BARROS       

Deputado

PP-PR

Sonegação Fiscal

 RICARTE DE FREITAS   

Deputado

PTB-MT

Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das  Ambulâncias)

 RODOLFO TOURINHO     

Senador

PFL-BA

Gestão Fraudulenta de Instituição Financeira

 ROMERO JUCÁ          

Senador

PMDB-RR

Improbidade Administrativa

 ROMEU QUEIROZ        

Deputado

PTB-MG

Corrupção Ativa, Corrupção Passiva e  Lavagem de Dinheiro

 RONALDO DIMAS        

Deputado

PSDB-TO

Crime Eleitoral

 SANDRO MABEL         

Deputado

PL-GO

Crime Contra a Ordem Tributária

 SUELY CAMPOS         

Deputada

PP-RR

Crime Eleitoral

 TATICO  (JOSÉ FUSCALDI  CESÍLIO)                    

Deputado

PTB-DF

Crime Contra a Ordem Tributária,  Declaração Falsa de Imposto de Renda e  Sonegação Fiscal

 TETÉ BEZERRA         

Deputado

PMDB-MT

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 THELMA DE OLIVEIRA   

Deputada

PSDB-MT

Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha



Escrito por Rouach às 14h42
[] [envie esta mensagem
] []





EM QUEM NÃO VOTAR - PARTE V

LAURA CARNEIRO       

Deputada

PFL-RJ

Improbidade Administrativa e    Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 LEONEL PAVAN         

Senador

PSDB-SC

Contratação de Serviços Públicos Sem  Licitação e Concussão

 LIDEU ARAÚJO         

Deputado

PP-SP

Crime Eleitoral

 LINO ROSSI           

Deputado

PP-MT

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 LÚCIA VÂNIA          

Senadora

PSDB-GO

Peculato

 LUIZ ANTÔNIO FLEURY  

Deputado

PTB-SP

Improbidade Administrativa

 LUPÉRCIO RAMOS       

Deputado

PMDB-AM

Crime de Aborto

 MÃO SANTA            

Senador

PMDB-PI

Improbidade Administrativa

 MARCELINO FRAGA      

Deputado

PMDB-ES

Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo  das Ambulâncias)

 MARCELO CRIVELA      

Senador

PRB-RJ

Crime Contra o Sistema Financeiro e  Falsidade Ideológica

 MARCELO TEIXEIRA     

Deputado

PSDB-CE

Sonegação Fiscal

 MÁRCIO REINALDO MOREIRA

Deputado

PP-MG

Crime Ambiental

 MARCOS ABRAMO        

Deputado

PP-SP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 MÁRIO NEGROMONTE     

Deputado

PP-BA

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 MAURÍCIO RABELO      

Deputado

PL-TO

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 NÉLIO DIAS           

Deputado

PP-RN

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 NELSON BORNIER       

Deputado

PMDB-RJ

Improbidade Administrativa

 NEUTON LIMA          

Deputado

PTB-SP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 NEY SUASSUNA         

Senador

PMDB-PB

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 NILTON CAPIXABA      

Deputado

PTB-RO

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 OSMÂNIO PEREIRA      

Deputado

PTB-MG

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 OSVALDO REIS         

Deputado

PMDB-TO

Apropriação Indébita

 PASTOR AMARILDO      

Deputado

PSC-TO

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 PAULO AFONSO         

Deputado

PMDB-SC

Peculato, Crime Contra o Sistema   Financeiro e Improbidade Administrativa

 PAULO BALTAZAR       

Deputado

PSB-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 PAULO FEIJÓ          

Deputado

PSDB-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 PAULO JOSÉ GOUVEIA   

Deputado

PL-RS

Porte Ilegal de Arma

 PAULO LIMA           

Deputado

PMDB-SP

Extorsão e Sonegação Fiscal

 



Escrito por Rouach às 14h40
[] [envie esta mensagem
] []





EM QUEM NÃO VOTAR - PARTE IV

JACKSON BARRETO      

Deputado

PTB-SE

Peculato e Improbidade Administrativa

 JADER BARBALHO       

Deputado

PMDB-PA

Improbidade Administrativa, Peculato,   Crime Contra o Sistema Financeiro e  Lavagem de Dinheiro

 JAIME MARTINS        

Deputado

PL-MG

Crime Eleitoral

 JEFERSON CAMPOS      

Deputado

PTB-SP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 JOÃO BATISTA         

Deputado

PP-SP

Falsidade Ideológica, Sanguessugas  (Escândalo das Ambulâncias)

 JOÃO CALDAS          

Deputado

PL-AL

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 JOÃO CORREIA         

Deputado

PMDB-AC

Declaração Falsa de Imposto de Renda, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 JOÃO HERRMANN NETO   

Deputado

PDT-SP

Apropriação Indébita

 JOÃO MAGNO           

Deputado

PT-MG

Lavagem de Dinheiro

 JOÃO MENDES DE JESUS 

Deputado

PSB-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 JOÃO PAULO CUNHA     

Deputado

PT-SP

Corrupção Passiva, Lavagem de Dinheiro e Peculato

 JOÃO RIBEIRO         

Senador

PL-TO

Peculato e Crime de Escravidão

 JORGE PINHEIRO       

Deputado

PL-DF

Crime Ambiental

 JOSÉ DIVINO          

Deputado

PRB-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 JOSÉ JANENE          

Deputado

PP-PR

Estelionato, Improbidade Administrativa, Lavagem de Dinheiro, Corrupção Passiva,  Formação de Quadrilha, Apropriação  Indébita e Crime Eleitoral

 JOSÉ LINHARES        

Deputado

PP-CE

Improbidade Administrativa

 JOSÉ MENTOR          

Deputado

PT-SP

Corrupção Passiva

 JOSÉ MILITÃO         

Deputado

PTB-MG

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 JOSÉ PRIANTE         

Deputado

PMDB-PA

Crime Contra o Sistema Financeiro

 JOVAIR ARANTES       

Deputado

PTB-GO

Improbidade Administrativa

 JOVINO CÂNDIDO       

Deputado

PV-SP

Improbidade Administrativa

 JÚLIO CÉSAR          

Deputado

PFL-PI

Peculato, Formação de Quadrilha, Lavagem  de Dinheiro  e Falsidade Ideológica

 JÚLIO LOPES          

Deputado

PP-RJ

Falsidade Ideológica

 JÚNIOR BETÃO         

Deputado

PL-AC

Declaração Falsa de Imposto de Renda, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 JUVÊNCIO DA FONSECA  

Deputado

PSDB-MS

Improbidade Administrativa

 



Escrito por Rouach às 14h37
[] [envie esta mensagem
] []





EM QUEM NÃO VOTAR - PARTE III

DARCÍSIO PERONDI     

Deputado

PMDB-RS

Improbidade Administrativa

 DAVI ALCOLUMBRE      

Deputado

PFL-AP

Corrupção Ativa

 DILCEU SPERAFICO     

Deputado

PP-PR

Apropriação Indébita

 DOUTOR HELENO        

Deputado

PSC-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 EDSON ANDRINO        

Deputado

PMDB-SC

Crime de Responsabilidade

 EDUARDO AZEREDO      

Senador

PSDB-MG

Improbidade Administrativa

 EDUARDO GOMES        

Deputado

PSDB-TO

Crime Eleitoral, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 EDUARDO SEABRA       

Deputado

PTB-AP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO

Deputado

PRONA-SP

Falsidade Ideológica

 EDIR DE OLIVEIRA     

Deputado

PTB-RS

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 EDNA MACEDO          

Deputado

PTB-SP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ELAINE COSTA         

Deputada

PTB-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ELISEU PADILHA       

Deputado

PMDB-RS

Corrupção Passiva

 ENIVALDO RIBEIRO     

Deputado

PP-PB

Crime Contra a Ordem Tributária,  Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ÉRICO RIBEIRO        

Deputado

PP-RS

Crime Contra a Ordem Tributária e  Apropriação Indébita

 FERNANDO ESTIMA      

Deputado

PPS-SP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 FERNANDO GONÇALVES   

Deputado

PTB-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 GARIBALDI ALVES      

Senador

PMDB-RN

Crime Eleitoral

 GIACOBO   (FERNANDO LUCIO GIACOBO)         

Deputado

PL-PR

Crime Contra a Ordem Tributária e Seqüestro

 GONZAGA PATRIOTA     

Deputado

PSDB-PE

Apropriação Indébita

 GUILHERME MENEZES    

Deputado

PT-BA

Improbidade Administrativa

 INALDO LEITÃO        

Deputado

PL-PB

Crime Contra o Patrimônio, Declaração  Falsa de Imposto de Renda

 INOCÊNCIO DE OLIVEIRA

Deputado

PMDB-PE

Crime de Escravidão

 IRAPUAN TEIXEIRA     

Deputado

PP-SP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 IRIS SIMÕES          

Deputado

PTB-PR

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ITAMAR SERPA         

Deputado

PSDB-RJ

Crime Contra o Consumidor, Sanguessugas  (Escândalo das Ambulâncias)

 ISAÍAS SILVESTRE     

Deputado

PSB-MG

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)



Escrito por Rouach às 14h34
[] [envie esta mensagem
] []





EM QUEM NÃO VOTAR - PARTE II

ABELARDO LUPION      

Deputado

PFL-PR

Sonegação Fiscal

 ADEMIR PRATES        

Deputado

PDT-MG

Falsidade Ideológica

 AELTON FREITAS       

Senador

PL-MG

Crime de Responsabilidade e Estelionato

 AIRTON ROVEDA        

Deputado

PPS-PR

Peculato

 ALBÉRICO FILHO       

Deputado

PMDB-MA

Apropriação Indébita

 ALCESTE ALMEIDA      

Deputado

PTB-RR

Peculato e Formação de Quadrilha, Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ALEX CANZIANI        

Deputado

PTB-PR

Peculato

 ALMEIDA DE JESUS     

Deputado

PL-CE

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ALMIR MOURA          

Deputado

PFL-RJ

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 AMAURI GASQUES       

Deputado

PL-SP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 ANDRÉ ZACHAROW       

Deputado

PMDB-PR

Improbidade Administrativa

 ANÍBAL GOMES         

Deputado

PMDB-CE

Improbidade Administrativa

 ANTERO PAES DE BARROS

Senador

PSDB-MT

Improbidade Administrativa e Formação de Quadrilha

 ANTÔNIO CARLOS PANNUNZIO

Deputado

PSDB-SP

Crime de Responsabilidade

 ANTÔNIO JOAQUIM      

Deputado

PSDB-MA

Improbidade Administrativa

 BENEDITO DE LIRA     

Deputado

PP-AL

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 BENEDITO DIAS        

Deputado

PP-AP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 BENJAMIN MARANHÃO    

Deputado

PMDB-PB

Crime Eleitoral

 BISPO WANDERVAL      

Deputado

PL-SP

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 CABO JÚLIO  (JÚLIO CÉSAR GOMES  DOS SANTOS)       

Deputado

PMDB-MG

Crime Militar, Sanguessugas (Escândalo  das Ambulâncias)

 CARLOS ALBERTO LERÉIA

Deputado

PSDB-GO

Lesão Corporal

 CELSO RUSSOMANNO     

Deputado

PP-SP

Crime Eleitoral, Peculato e Agressão

 CHICO DA PRINCESA     (FRANCISCO OCTÁVIO BECKERT)

Deputado

PL-PR

Crime Eleitoral

 CIRO NOGUEIRA        

Deputado

PP-PI

Crime Contra a Ordem Tributária e Prevaricação

 CLEONÂNCIO FONSECA   

Deputado

PP-SE

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)

 CLÓVIS FECURY        

Deputado

PFL-MA

Crime Contra a Ordem Tributária

 CORIALANO SALES      

Deputado

PFL-BA

Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)



Escrito por Rouach às 14h33
[] [envie esta mensagem
] []





EM QUEM NÃO VOTAR - PARTE I

Já que o TRE não vai divulgar, divulguemos nós.  São 155 pessoas, nas quais, não devemos votar nunca mais.

 

"De tanto ver triunfar as nulidades,de tanto ver prosperar a desonra,de tanto ver crescer as injustiças,de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus,o homem chega a desanimar-se da virtude,a rir da honra,a ter vergonha de ser honesto." 

Rui Barbosa



Estas pessoas estão distribuídas em 15 partidos políticos e como abaixo segue:

CLASSIFICAÇÃO

PARTIDO

ENVOLVIDOS

PP

28

PMDB

25

PL

23

PTB

21

PT

15

PSDB

15

PFL

11

PSB

4

PRB

3

PSC

2

PPS

2

PDT

2

PV

2

10º

PPB

1

10º

PRONA

1

 




Escrito por Rouach às 14h22
[] [envie esta mensagem
] []





 

o globo
 

 

Coluna de Ancelmo Gois

Com “Lula, o filho do Brasil” patinando num número de espectadores aquém do previsto, as esperanças do cinema nacional se voltam para o dia 2 de abril, Sexta-feira da Paixão, data em que se celebra o centenário de nascimento de Chico Xavier, mais famoso médium do Brasil, autor de 402 livros que venderam mais de 20 milhões de exemplares.

É que nesse dia estreia em 270 salas de todo o país “Chico Xavier, o filme”, de Daniel Filho. No papel de Chico, três atores se revezam: Nelson Xavier, Ângelo Antônio e o menino Matheus Costa. Uma dezena de globais — entre os quais Tony Ramos, Letícia Sabatella e Giovanna Antonelli — está também no elenco.

O filme deve ter uma plateia cativa de 2,3 milhões de brasileiros que, segundo o IBGE, declararam-se espíritas. “Mas os processos de dupla filiação religiosa são comuns no Brasil, e nem sempre os censos conseguem captar tal realidade”, diz o professor Faustino Teixeira, da Universidade Federal de Juiz de Fora. “O brasileiro é povoado por espíritos, almas e orixás.” Pesquisas mostram que um em cada dois católicos acreditam na reencarnação.

Ano passado, uma produção cearense mais modesta, “Bezerra de Menezes: o diário de um espírito”, de Glauber Filho (nenhum parentesco com o grande diretor baiano) e Joe Pimentel, atraiu, só com 45 cópias, 503 mil espectadores.
Ainda nas comemorações do centenário de Chico Xavier, estão previstos mais quatro filmes: “As mães de Chico”, da mesma equipe que fez “Bezerra de Menezes”; “Nosso lar”, de Wagner Assis; “E a vida continua”, de Paulo Figueiredo; e o documentário “As cartas”, de Cristiana Grumbach.

Aliás, para mostrar que o brasileiro costuma ter apreço por mais de uma religião, Faustino Teixeira sempre cita uma passagem do livro “Grande sertão: veredas”, de Guimarães Rosa: “Muita religião, seu moço! Eu cá não perco ocasião de religião. Aproveito de todas. Bebo água de todo rio... Uma só para mim é pouca, talvez não me chegue (...) Tudo me quieta, me suspende. Qualquer sombrinha me refresca.” Mas aí é outra história.

 


Escrito por Rouach às 09h36
[] [envie esta mensagem
] []





EPIGRAMA N° 2



És  precária e veloz,Felicidade.
Custas a vir,e , quando vens,não te demoras.
Fôste tu que ensinaste aos homens que havia tempo,
e,para te medir,se inventaram as horas.


Felicidade,és coisa estranha e dolorosa.
Fizeste para sempre a vida ficar triste:
porque um dia se vê que as horas todas passam,
e um tempo,despovoado e profundo,persiste.


Cecília Meireles



Escrito por Rouach às 20h39
[] [envie esta mensagem
] []





FRASES DE ALLAN KARDEC

"Se a Doutrina Espírita fosse uma concepção puramente humana, não teria como garantia senão as luzes de quem a tivesse concebida.

* * *

Se os Espíritos que a revelaram se tivessem manifestado a um só homem, nada garantiria a sua origem, pois seria preciso crer sob palavra naquele que dissesse ter recebido seu ensino.

* * *

Quis Deus que a nova revelação chegasse aos homens por uma via mais rápida e mais autêntica. Eis por que encarregou os Espíritos de a levar de um a outro polo, manifestando-se por toda parte, sem dar a ninguém o privilégio exclusivo de ouvir a sua palavra.

* * *

...se queimassem todos os livros, a fonte da doutrina não seria emudecida, por isso que não está na terra: surge por toda a parte e cada um pode aproveitá-la. Em falta de homens para a espalhar, haverá sempre Espíritos que atingem todo o mundo e ninguém os pode atingir.

* * *

...são os próprios Espíritos que fazem a propaganda, auxiliados por inumeráveis médiuns que suscitam por todos os lados.

* * *

O Espiritismo não tem nacionalidade. Está por fora de todos os cultos particulares, não é imposto por nenhuma classe da sociedade, pois cada um pode receber instruções de parentes e amigos de além túmulo.

* * *

Se o Espiritismo é uma verdade, nem teme a má vontade dos homens, nem as revoluções morais, nem os desmoronamentos físicos do globo, porque nenhuma dessas coisas podem atingir os Espíritos.

* * *

...os Espíritos, por força da diferença existente em suas capacidades, estão longe de estar individualmente na posse de toda a verdade;

* * *

...os Espíritos de ordem mais elevada, os que estão completamente desmaterializados, são os únicos despojados das idéias e preconceitos terrenos.

* * *

...para tudo quanto esteja fora do ensino exclusivamente moral, as revelações que cada um pode obter tem um caráter individual sem autenticidade".

 
O primeiro controle é, sem sombra de dúvida, o da razão, à qual é preciso submeter, sem exceção, tudo quanto vem dos Espíritos.

* * *
Toda teoria em manifesta contradição com o bom senso, com uma lógica rigorosa e com os dados positivos que se possuem, por mais respeitável que seja a sua assinatura, deve ser rejeitada.

* * *
A concordância no ensino dos Espíritos é, pois, o melhor controle, mas ainda é preciso que ocorra em certas condições.

* * *
A única séria garantia está na concordância que exista entre as revelações espontâneas, feitas por grande número de médiuns estranhos uns aos outros e em diversas regiões.

* * *
Prova a experiência que quando um princípio novo deve ter a sua solução, é ensinado espontaneamente em diversos ponto ao mesmo tempo e de maneira, senão na forma, ao menos no fundo.

* * *
Nossa opinião, aos nossos olhos, não passa de opinião pessoal, que pode ser justa ou falsa, desde que não somos mais infalível que qualquer outro. Também não é porque um princípio nos é ensinado que para nós é a verdade, mas porque recebeu a sanção da concordância.

* * *
Esse controle universal é uma garantia para a futura unidade do Espiritismo e anulará todas as teorias contraditórias.

* * *
...quem quer que quisesse atravessar-se contra a corrente das idéias estabelecidas e sancionadas, poderia bem causar uma pequena perturbação local e momentânea, mas nunca dominar o conjunto, mesmo no presente e, ainda menos, no futuro.

* * *
...as instruções dadas pelos Espíritos sobre pontos da doutrina ainda não elucidados, não poderia constituir lei, enquanto ficassem isoladas. Consequentemente, não devem ser aceitas senão com todas as reservas e a título de informação.

* * *
Daí a necessidade de dar à sua publicação a maior prudência.
 
in Revista Espírita, abril de 1864, "Controle dos Ensinos dos Espíritos"


Escrito por Rouach às 19h16
[] [envie esta mensagem
] []





[Momento em Casa] - Quando se vê...

Momento Espírita - em casa

Quando se vê...

        O poema de nome Seiscentos e sessenta e seis, de Mário Quintana diz assim:

        A vida é uns deveres que trouxemos para fazer em casa.

        Quando se vê, já são seis horas: há tempo...

        Quando se vê, já é sexta-feira...

        Quando se vê, passaram 60 anos!

        Agora, é tarde demais para ser reprovado...

        E se me dessem “um dia”, uma outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.

        Seguia sempre em frente... E iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...

Ao se findar um ano, prestes a iniciar um novo, é quando se ouvem frases comuns: Como passou rápido!; ou Nossa, nem vi o ano passar...; ou ainda: Lá se foi mais um ano...

        Muitas destas frases revelam uma espécie de falta de controle sobre o tempo em nossas vidas.

        Algumas são pronunciadas com pesar, como se o ano tivesse passado por nós, sem percebermos, sem fazer nada significativo neste período de vida.

        A vida está tão corrida! – dizem outros, revelando que o tempo passou por eles, ao invés deles terem passado pelo tempo.

        E quando se vê, passaram 60 anos! – diz o poeta.

                                                                * * *

        Será que estamos passando pela vida, ou é a vida que está passando por nós, sem percebermos, sem interagirmos, sem deixarmos nossa marca?

        Será que às vezes não estamos fazendo coisas demais, sem eleger quais realmente são as importantes para nosso Espírito?

        Será que durante o ano conseguimos identificar cada uma das estações, e vivê-las de forma intensa?

        Não viramos escravos do relógio, do excesso de trabalho, do excesso de preocupação, e de mais disso e daquilo?

        É de se pensar... É de parar para pensar um pouco nestas questões.

        Ao final de mais um dos ciclos da vida, faz-se fundamental uma pausa, avaliar, planejar, e principalmente, curtir o momento.

        Os ciclos são necessários para isso. Se não parássemos nunca, em breve a vida, a saúde, a cabeça, como se diz, parava por nós.

        Não somos máquinas, embora alguns costumes do mundo moderno pareçam querer nos tratar assim.

        Não somos marionetes nas mãos do tempo, nas mãos da profissão, nas mãos do consumismo avassalador.

        Somos Espíritos que estamos aqui, neste planeta, para nos desenvolvermos, para conquistarmos perfeição moral e intelectual, para aprendermos a amar.

        Somos viajores de muitas vidas, de muitas oportunidades, mas também de chances únicas, de momentos únicos, que devem ser vividos com a intensidade da luz das estrelas novas.

        Somos a razão de tudo, e por isso mesmo precisamos exigir mais respeito de nós mesmos.

        Precisamos exigir do corpo um pouco mais de alma, e de tudo um pouco mais de calma – lembrando outra bela poesia.

        A vida não pára, certamente. Por isso somos nós que temos que parar um pouco.

        Recomeçar é sempre preciso. Faz-nos falta o novo. E nada melhor do que um novo eu para recomeçar com todas as forças.

        É tempo de recomeçar...

Redação do Momento Espírita com base em poema do livro Esconderijos do tempo, de Mário Quintana, ed. Globo.
Em 04.03.2008.
Pedimos a sua atenção para o fato de o Momento em Casa não ser um serviço diário. São enviadas,  em média,  3 a 4 mensagens no decorrer da semana.

As mensagens do Momento Espírita também estão disponíveis em CD's e livros, em http://www.livrariamundoespirita.com.br

Se não desejar mais receber nossos textos em seu e-mail acesse: http://casa.momento.com.br e selecione retirar.


Escrito por Rouach às 06h27
[] [envie esta mensagem
] []





A GRANDE TRANSIÇÃO

A Grande transição


Opera-se, na Terra, neste largo período, a grande transição anunciada pelas Escrituras e confirmada pelo Espiritismo.
O planeta sofrido experimenta convulsões especiais, tanto na sua estrutura física e atmosférica, ajustando as suas diversas camadas tectônicas, quanto na sua constituição moral.
Isto porque, os espíritos que o habitam, ainda caminhando em faixas de inferioridade, estão sendo substituídos por outros mais elevados que o impulsionarão pelas trilhas do progresso moral, dando lugar a uma era nova de paz e de felicidade.
Os espíritos renitentes na perversidade, nos desmandos, na sensualidade e vileza, estão sendo recambiados lentamente para mundos inferiores onde enfrentarão as conseqüências dos seus atos ignóbeis, assim renovando-se e predispondo-se ao retorno planetário, quando recuperados e decididos ao cumprimento das leis de amor.
Por outro lado, aqueles que permaneceram nas regiões inferiores estão sendo trazidos à reencarnação de modo a desfrutarem da oportunidade de trabalho e de aprendizado, modificando os hábitos infelizes a que se têm submetido, podendo avançar sob a governança de Deus.
Caso se oponham às exigências da evolução, também sofrerão um tipo de expurgo temporário para regiões primárias entre as raças atrasadas, tendo o ensejo de ser úteis e de sofrer os efeitos danosos da sua rebeldia.
Concomitantemente, espíritos nobres que conseguiram superar os impedimentos que os retinham na retaguarda, estarão chegando, a fim de promoverem o bem e alargarem os horizontes da felicidade humana, trabalhando infatigavelmente na reconstrução da sociedade, então fiel aos desígnios divinos.
Da mesma forma, missionários do amor e da caridade, procedentes de outras Esferas estarão revestindo-se da indumentária carnal, para tornar essa fase de luta iluminativa mais amena, proporcionando condições dignificantes, que estimulem ao avanço e à felicidade.
Não serão apenas os cataclismos físicos que sacudirão o planeta, como resultado da lei de destruição, geradora desses fenômenos, como ocorre com o outono que derruba a folhagem das árvores, a fim de que possam enfrentar a invernia rigorosa, renascendo exuberantes com a chegada da primavera, mas também os de natureza moral, social e humana que assinalarão os dias tormentosos, que já se vivem.
Os combates apresentam-se individuais e coletivos, ameaçando de destruição a vida com hecatombes inimagináveis.
A loucura, decorrente do materialismo dos indivíduos, atira-os nos abismos da violência e da insensatez, ampliando o campo do desespero que se alarga em todas as direções.
Esfacelam-se os lares, desorganizam-se os relacionamentos afetivos, desestruturam-se as instituições, as oficinas de trabalho convertem-se em áreas de competição desleal, as ruas do mundo transformam-se em campos de lutas perversas, levando de roldão os sentimentos de solidariedade e de respeito, de amor e de caridade..
A turbulência vence a paz, o conflito domina o amor, a luta desigual substitui a fraternidade.
... Mas essas ocorrências são apenas o começo da grande transição.
A fatalidade da existência humana é a conquista do amor que proporciona plenitude.
Há, em toda parte, uma destinação inevitável, que expressa a ordem universal e a presença de uma Consciência Cósmica atuante.
A rebeldia que predomina no comportamento humano elegeu a violência como instrumento para conseguir o prazer que lhe não chega da maneira espontânea, gerando lamentáveis conseqüências, que se avolumam em desaires contínuos.
É inevitável a colheita da sementeira por aquele que a fez, tornando-se rico de grãos abençoados ou de espículos venenosos.
Como as leis da vida não podem ser derrogadas, toda objeção que se lhes faz converte-se em aflição, impedindo a conquista do bem-estar.
Da mesma forma, como o progresso é inevitável, o que não seja conquistado através do dever, sê-lo-á pelos impositivos estruturais de que o mesmo se constitui.
A melhor maneira, portanto, de compartilhar conscientemente da grande transição é através da consciência de responsabilidade pessoal, realizando as mudanças íntimas que se tornem próprias para a harmonia do conjunto.
Nenhuma conquista exterior será lograda se não proceder das paisagens íntimas, nas quais estão instalados os hábitos. Esses, de natureza perniciosa, devem ser substituídos por aqueles que são saudáveis, portanto, propiciatórios de bem-estar e de harmonia emocional.
Na mente está a chave para que seja operada a grande mudança.
Quando se tem domínio sobre ela, os pensamentos podem ser canalizados em sentido edificante, dando lugar a palavras corretas e a atos dignos.
O indivíduo, que se renova moralmente, contribui de forma segura para as alterações que se vêm operando no planeta.
Não é necessário que o turbilhão dos sofrimentos gerais o sensibilize, a fim de que possa contribuir eficazmente com os espíritos que operam em favor da grande transição.
Dispondo das ferramentas morais do enobrecimento, torna-se cooperador eficiente, em razão de trabalhar junto ao seu próximo pela mudança de convicção em torno dos objetivos existenciais, ao tempo em que se transforma num exemplo de alegria e de felicidade para todos.
O bem fascina todos aqueles que o observam e atrai quantos se encontram distantes da sua ação, o mesmo ocorrendo com a alegria e a saúde.
São eles que proporcionam o maior contágio de que se tem notícia e não as manifestações aberrantes e afligentes que parecem arrastar as multidões.
Como escasseiam os exemplos de júbilo, multiplicam-se os de desespero, logo ultrapassados pelos programas de sensibilização emocional para a plenitude.
A grande transição prossegue, e porque se faz necessária, a única alternativa é examinar-lhe a maneira como se apresenta e cooperar para que as sombras que se adensam no mundo sejam diminuídas pelo Sol da imortalidade.
Nenhum receio deve ser cultivado, porque, mesmo que ocorra a morte, esse fenômeno natural é veículo da vida que se manifestará em outra dimensão.
A vida sempre responde conforme as indagações morais que lhe são dirigidas.
As aguardadas mudanças que se vêm operando trazem uma ainda não valorizada contribuição, que é a erradicação do sofrimento das paisagens espirituais da Terra.
Enquanto viceje o mal, no mundo, o ser humano torna-se-lhe a vítima preferida, em face do egoísmo em que se estorcega, apenas por eleição especial.
A dor momentânea que o fere, convida-o, por outro lado, à observância das necessidades imperiosas de seguir a correnteza do amor no rumo do oceano da paz.
Logo passado o período de aflição, chegará o da harmonia.
Até lá, que todos os investimentos sejam de bondade e de ternura, de abnegação e de irrestrita confiança em Deus.

Joanna de Ângelis.
(Página psicografada pelo médium Divaldo Pereira Franco, no dia 30 de julho de 2006, no Rio de Janeiro, RJ).





Escrito por Rouach às 15h34
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]